Bancos digitais: conheça vantagens e desvantagens
Finanças

Bancos digitais: conheça vantagens e desvantagens

6 jul, 2020 por Leticia Rio Branco

Você já deve ter notado que os bancos digitais já estão incomodando os bancos tradicionais. E o ponto de partida para este boom é justamente dar fim à burocracia corriqueira, que faz os bancos atuais deixarem a desejar em quesitos como tecnologia e rapidez. Nesse sentido, o resultado é que cada vez mais clientes preferem deixar os bancos grandes e partem para os novos , mudando a forma como cuidam de suas finanças pessoais. 

Mas quais as principais diferenças entre os bancos digitais e os bancos tradicionais? E onde a tecnologia entra nisso tudo? Listamos, aqui, as principais vantagens e desvantagens de ser cliente de um banco digital. 

Conheça as vantagens dos bancos digitais

Tudo funciona online

Os bancos digitais apresentam uma diferença significativa em relação aos bancos tradicionais: eles funcionam prioritariamente de forma online, através de sites e aplicativos. Consequentemente, isso quer dizer que não existe agência física e todos os processos, inclusive a abertura da conta, são feitos à distância e de forma bastante intuitiva. Basta enviar documento, foto e pronto: caso a conta seja aprovada para a abertura, a resposta sai em apenas alguns dias. Logo, todas as informações da sua conta (como o saldo e extrato) ficam disponíveis no celular e no site. E você recebe na sua casa o cartão para realizar as movimentações financeiras — fazendo compras no débito ou sacando o dinheiro.

Sem tarifas

Enquanto os bancos tradicionais costumam cobrar taxas altíssimas para todas as operações, os bancos digitais cobram taxas bem baixa ou até mesmo gratuitas. Obviamente, isso se deve ao fato de, por não possuir agências físicas, eliminam custos fixos de aluguel e manutenção, por exemplo. Consequentemente, o cliente não paga aquela famosa taxa de manutenção mensal, nem para fazer transferências, inclusive para outros bancos – DOC ou TED. Pagamentos de boleto e depósitos também são liberados. Somente os saques, que podem ser feitos em bancos 24h, possuem uma pequena taxa de cobrança. Contudo, alguns bancos digitais têm até preferido eliminar essa taxa.

Burocracia zero

Se você odeia burocracia, filas e ficar horas ao telefone para ser atendido, o banco digital é a escolha certa. Como todos os processos ocorrem online, não existe nada disso! O acesso à conta é muito simples e o cliente não encontra limites de transações: depósitos, transferências e pagamentos estão liberados. Porém, os outros serviços, como cartão de crédito, empréstimo e investimento, por exemplo, podem ser solicitados à parte. Ao escolher ser cliente de um banco digital, o suporte também é todo online.

Opções de investimentos simplificadas

Os principais produtos financeiros oferecidos pelos bancos tradicionais são pouco interessantes e não possuem nada de muito inovador. Simultaneamente, de olho neste gap do mercado, os bancos digitais começaram a investir em opções mais atrativas para quem pretende investir.

E as desvantagens dos bancos digitais?

Por outro lado, nem tudo é perfeito no mundo dos bancos digitais. Existem algumas desvantagens que também devem ser pesadas na balança. 

Saiba quais:

Dependência da tecnologia

Sem dúvidas, a principal desvantagem é também a sua maior vantagem. A tecnologia que, neste caso, se trata da dependência criada a partir dela. No entanto, muitos clientes que não possuem afinidade com o mundo tecnológico acabam se complicando ao escolher ter uma conta em bancos digitais. Por isso, em sua maioria, os bancos digitais têm atraído uma quantidade maior de pessoas jovens, que possuem maior familiaridade com o ambiente online. 

INEXISTÊNCIA DE SUPORTE PRESENCIAL – Mesmo com o mundo cada vez mais tecnológico, existem pessoas que buscam um atendimento exclusivo e presencial para cuidar de suas finanças pessoais. Desta maneira, este continua sendo um dos motivos principais que geram insegurança na hora de escolher entre um banco tradicional e um banco digital. 

Desta forma, os bancos digitais têm investido na qualidade do seu atendimento digital, ou chats online. Alguns também colocam à disposição equipes que oferecem atendimento por telefone. 

Instituições novas demais

O novo sempre costuma causar um certo receio. Com os bancos digitais, não é diferente. Por se tratar de instituições novas e pequenas, com algumas exceções, isso pode se configurar em um fator de risco para alguns consumidores, sobretudo para os mais conservadores.

Outro ponto relevante é que o consumidor também tem medo de colocar seu dinheiro em instituições novas pelo simples fato de não ter a mesma credibilidade de bancos grandes. Em outras palavras, é mais uma questão de costume do que qualquer outra coisa, mas continua ainda sendo um problema para as startups. 

Para não cair em ciladas, alguns cuidados devem ser tomados: verifique a situação financeira da empresa no site do bancodata e busque opiniões sobre o banco na internet. Desta forma, conseguirá ter mais segurança na hora de realizar a sua escolha.

Agora conheça os aplicativos dos principais bancos digitais neste post.

Tem um projeto?

De tudo que podemos desenvolver, o mais importante é o potencial do seu negócio.

Conte-nos sobre seu projeto